Marca Prefeitura

Tarumã terá mutirão para ajudar MEI com declaração anual

Tarumã, 14 de janeiro de 2020

Os Microempreendedores Individuais (MEI) de Tarumã poderão participar do mutirão de atendimento para realizar a entrega da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei). O atendimento no Sebrae Móvel, escritório itinerante do Sebrae-SP, será realizado nos dias 03 de fevereiro de 2020, das 10h às 16h, no Ganha Tempo.

O envio da declaração à Receita Federal mantém o MEI com as obrigações fiscais em dia e garante os benefícios previdenciários como aposentadoria, auxílio-doença, licença maternidade, entre outros. Quem não cumprir essa obrigação, também conhecida como  DASN, está sujeito a multas, perda dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social  (INSS) e ter a empresa cancelada.

A Declaração deve ser elaborada com os dados de faturamento bruto referentes ao exercício anterior, isto é, 2019, além de informar se houve contratação de funcionário no período. O faturamento bruto é o valor total das vendas de mercadoria e prestação de serviço sem deduzir nenhuma despesa. O procedimento é feito apenas pela internet, no Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br).

Durante o mutirão, o MEI terá a ajuda do analista do Sebrae para preencher e entregar a declaração, além de receber orientação para a melhoria da gestão da empresa.

Será ofertado gratuitamente o curso Empreenda Rápido – Organize seus negócios: Destinado para empreendedores que querem profissionalizar o seu negócio, aprimorando seus controles operacionais e de gestão. É formado por oficinas sobre comportamento, formação de preço, fluxo de caixa, marketing digital e um curso sobre atendimento ao cliente (EAD).

Quem não conseguir comparecer até o mutirão, poderá ir até o Sebrae Aqui para receber as orientações e realizar inscrição. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30. O ponto de atendimento está localizado na Rua Girassol, nº 201, no prédio do Ganha Tempo. O telefone do Sebrae Aqui é (18) 3373-4503.

Prazo

O prazo para o envio da declaração é até o dia 31 de maio. A multa pelo atraso no envio é de no mínimo R$ 50 ou 2% ao mês-calendário ou fração, calculada em cima do montante dos tributos decorrentes do que foi declarado, limitada a 20%. Depois do envio da Declaração com atraso, será gerado um boleto para o pagamento. Se a quitação ocorrer no prazo de 30 dias, há desconto de 50% no valor. Se o MEI perder o novo prazo, ele terá de procurar a Receita Federal para impressão com outra data. É importante ressaltar que mesmo que o MEI não tenha faturado nada no ano anterior, é necessário fazer a Declaração.

Assessoria de Comunicação l PMT